De acordo com uma pesquisa levantada pela Adobe Digital Insights, a busca no Google é responsável por 61% do tráfego online por meio dos smartphones. Já para o mercado varejista, os acessos feitos por buscas online chegam a 85%.

Aumentar o tráfego de busca é um dos maiores desejos de quem está inserido no meio digital. Não é uma tarefa fácil, mas ter estratégias, mensurá-las e ter paciência podem fazer você conquistar muitos visitantes.

Então, vamos acompanhar essas orientações!

Dicas dignas de aumentar o tráfego de busca por meio de marketing de conteúdo

Você quer aumentar os acessos para seu blog ou site pelas buscas no Google, não é? (e quem não quer?). Então veja as dicas:

Entenda seu público-alvo

Sim. Pode parecer uma orientação um pouco repetitiva. Mas é fato que muitas pessoas não levam isso a sério. É importante fazer um levantamento dos dados específicos do seu público e definir uma persona. Se você não souber bem do que sua persona gosta, quais os seus problemas e objetivos, dificilmente vai atingi-la com um conteúdo.

Em alguns casos, você pode verificar que dependendo do que você publica, você atinge um público diferente. E mesmo nessas situações distintas, há boa aceitação das publicações. Então, algumas empresas gostam de trabalhar com 2 ou 3 personas, dependendo do tamanho dela.  Todavia, pode não ser tão estratégico ter dezenas de personas, senão a estratégia de foco acaba se perdendo. Entenda que nem todo perfil está preparado para ser um bom cliente para você. Focalize as pessoas certas.

Ao ter esses dados, você poderá pesquisar as melhores palavras-chave e ter mais insights para os conteúdos.

Saiba entender as mudanças na personalidade

“Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades”, disse Camões em seu soneto. Assim, ainda que você tenha uma persona já definida há um tempo, será que sua personalidade e seus gostos ainda são os mesmos? Suas dores continuam iguais?

Um exemplo que podemos colocar é sobre os diferentes tipos de gerações. Geração Y e geração Z nasceram em contextos um pouco diferentes, logo suas necessidades e o modo de encarar seus problemas podem não ser iguais. Fazer um estudo de tempo em tempo para analisar esses dados e se houve alguma mudança no estilo da persona é importante. Há também aquelas marcas que conquistam fãs de certa idade e conseguem fazer com que seus clientes, mesmo crescendo, continuem admiradores. Nesse caso, o foco precisa acompanhar essa evolução da personalidade. Esteja preparado para a mudança sempre.

Faça landing pages direcionadas

Cada landing page precisa estar otimizada com a melhor palavra-chave possível. Um exemplo é a Nuffield Health, que conseguiu aumentar sua receita em 60% otimizando suas landing pages para keywords melhores.

Colocar um título chamativo nelas e utilizar bons templates, pensando nas cores e nos locais dos botões, é também uma dica válida. Faça testes para analisar o layout que dá mais certo e tente deixar as informações bem claras.

Diferencie o público-alvo pela jornada de compras e pense no e-mail marketing

Ainda que a persona seja uma, as pessoas podem estar em diferentes etapas da jornada de compras. Um conteúdo criado para o estágio de atração não terá muito efeito para quem já está mais avançado e quase decidido sobre adquirir o serviço. Então é preciso pensar em artigos ou vídeos para todas as fases.

Uma forma de conseguir atingir melhor cada pessoa em etapa diferente é segmenta-las no e-mail marketing, pois implementar a tática apenas pelo blog pode ser mais difícil. Também no Facebook, as publicações nem sempre atingem todos, podendo acontecer de o post passar despercebido.

Conseguindo criar aquele tipo de e-mail marketing  personalizado que faça a pessoa abri-lo, você já tem bom caminho andado.

Não pule etapas

Ainda que você almeje um topo digno de grande reconhecimento e autoridade, ninguém chega nele de um dia para o outro. Se você abriu um blog nessa semana, por exemplo, não pode querer que ele já tenha 500 visualizações por dia. As metas precisam ser pequenas (no começo), realistas e mensuráveis. Ao longo do caminho, à medida que vai conseguindo atingi-las, você, então, as aumenta.

Estabeleça uma quantidade de tráfego por mês e divida pelo número de dias, para saber a meta diária. Pense em estratégias de compartilhamento e publicações. Mensure os resultados e veja o quanto seu objetivo foi atingido. Se não tiver sucesso, talvez as táticas precisem ser mudadas.

Use também keywords locais

Concorrer com palavras-chave que atingem todo o país ou ainda todo o mundo pode não ser uma ideia boa, principalmente no início. Primeiro, porque a concorrência é enorme e suas chances são baixas. Segundo, porque, com essa estratégia, você nem sempre consegue apresentar o que seu público real procura.

Geralmente os planejadores de palavras-chave, como o Google Adwords, possibilitam que você refine sua busca para a localização que você queira pesquisar. Nem sempre um termo muito buscado de forma nacional será o mais procurado na sua região para o seu serviço.

Busque insights em módulos de cursos

Você não precisa assinar e pagar um curso na web para isso. Mas você pode pesquisar quais são os seus módulos, como se quisesse comprá-los.

Analisando os títulos que cada subdivisão da aula tem, você poderá ter ideias do que escrever e ainda de títulos atraentes para conteúdos que farão seu público se interessar por lê-los.

A Udemy, por exemplo, costuma oferecer cursos de qualidade e que geram muitos alunos. Se há muitas pessoas empenhadas em investir neles, é porque elas buscam aprimorar seus conhecimentos. E que tal você se empenhar em transmiti-los a elas também?

Use gatilhos mentais nos títulos

Criar um título atraente pode ser difícil, mas ele é muito importante para que as pessoas se interessem em clicar no link para saber o que ele traz. O título precisa inspirar, evocar uma curiosidade ou provocar uma emoção.

Gatilhos mentais são palavras que podem influenciar alguém a tomar uma atitude. Por isso, inserir nos títulos um gatilho como o da urgência, escassez ou novidade pode ser boa pedida para impulsionar o seu tráfego.

Podem existir muitas táticas para aumentar o tráfego de busca usando marketing de conteúdo. Mas todas precisam ser adaptadas ao serviço que você vende e ao seu público, além de serem mensuradas constantemente, e  feitas por pessoas que realmente conheça e entenda como utilizar essas estratégias.

Se você ainda não tem esse know-how, te recomendo conhecer o trabalho oferecido pelo Meu Redator, que conta com profissionais capazes de colocar todas essas táticas em prática, em benefício da sua empresa.

Outra dica: se você se interessa por aumento de tráfego ,vai gostar também de ler sobre como aplicar growth hacking nos seus conteúdos.